1º passo: na tela de login, informe seu e-mail, senha e clique em “Entrar”.

2° passo: acesse o menu lateral.

3° passo: clique em "Meu conteúdo".

4° passo: selecione "Conteúdos exclusivos".

5° passo: clique em "Adicionar".

6° passo: preencha o formulário do novo conteúdo exclusivo, conforme as instruções abaixo:

  • Título: digite o título do seu componente curricular;

  • Capa: selecione a imagem que será a capa do componente;

  • Descrição: digite a descrição do componente. Você pode descrever com um breve resumo do conteúdo, falar sobre o objetivo, inserir links, imagens, vídeos e formatar o texto;

  • Tipo certificação: escolha se o certificado será de aproveitamento ou de participação. Se desejar, também pode escolher a opção "Sem certificado";

  • Certificado Personalizado: escolha qual certificado personalizado será emitido;

  • Carga horária: insira quantas horas o componente curricular possui. Essa informação constará no certificado;

  • Certificado de participação: se o usuário não atingir a porcentagem mínima para aprovação, você pode definir se ele receberá, ao menos, o certificado de participação;

  • % Aprovação: se o seu certificado for de aproveitamento, neste campo você configura a porcentagem mínima que o aluno deve obter para a emissão do certificado;

  • Tentativas: caso o aluno seja reprovado, você pode configurar quantas tentativas adicionais o aluno terá para refazer a prova;

  • Data de início: insira a data de início para a permissão de novos cadastros no componente;

  • Data de encerramento: configure a data limite para o recebimento de novos cadastros no componente. O preenchimento é opcional;

  • Grupo: é obrigatório preencher a categoria de grupos, para que a distribuição do curso seja feita da maneira correta;

  • Sug-grupo: caso o curso seja destinado a algum sub-grupo ele deve se selecionado, porém não é obrigatório;

  • Especialidade: terceira etapa na seleção de filtros, vinculado ao grupo e sub-grupo. Se você não tiver, também não é obrigatório;

  • Unidade: vincule as unidades que receberão o novo componente;

  • Volume: apesar de ser pré definido de 1 a 10, não impacta na filtragem ou visualização do aluno. É indicado o seu preenchimento para redes de ensino básico;

  • Tag: no futuro, será possível que os usuários busquem cursos e conteúdos através da TAG. No momento, esse recurso é utilizado somente para registro interno;

  • Embed HTML: possibilidade do criador de conteúdo incorporar código HTML na página de descrição do curso;

  • Embed HTML no Player de Conteúdo: se você utilizou Embed HTML, você pode optar por carregar o conteúdo no player do usuário. O conteúdo do Embed aparecerá na parte inferior do player;

  • Tipo de carregamento no Player de Conteúdo: carregamento por aula exibe todos os conteúdos dentro do Player. Carregamento por conteúdo exibe um conteúdo da aula por vez.

7º passo: clique em "Continuar" para criar o novo conteúdo exclusivo.

Lembrando que para publicar o conteúdo você precisa ter criado aulas que tenham conteúdos atribuídos a elas.

Encontrou sua resposta?